Pular para o conteúdo principal

É assim que o Brasil vai ser "o Coração do Mundo"?

O "Espiritismo" brasileiro já não consegue enganar mais ninguém. Tendo como principal figura Chico Xavier, um beato católico que não entendeu nada sobre vida espiritual, o que os brasileiros tolamente conhecem como "Espiritismo" finalmente foi desmascarado, pois o seu repertório ideológico se comprovou completamente o oposto do mundo real. O "Espiritismo" finalmente se consagra como uma igreja tendo lendas ficcionais como seus dogmas.

Com o golpe iniciado esta semana, em que uma presidente foi deposta sem motivo jurídico para dar lugar a um corrupto proibido de se candidatar a cargos públicos, cujas propostas pretendem arrasar com os brasileiros, sob a desculpa esfarrapada de "salvar o país" (condenar os brasileiros para salvar  Brasil... boa piada!), a lorota de que o mundo estaria evoluindo e que o Brasil seria o condutor dessa evolução foi definitivamente nocauteada. 

Finalmente um beato ingênuo, mesmo 14 anos após a sua morte, se mostrou um reles incapaz de raciocinar com discernimento, fazendo com que a inviabilidade das bobagens que divulgava fosse comprovada. Chico Xavier além de charlatão em mediunidade, é charlatão como filantropo e como ideólogo. Veredicto: Chico Xavier não serve para coisa nenhuma.

Mas ele deve estar bem feliz lá no "Umbral", lugar fictício para onde os "espíritas acham que irão os farsantes. O beato que apoiou a ditadura em seu pior momento deveria saber que tivemos um novo golpe de estado e que já provou que irá governar de forma enérgica contra pobres e discordantes, e de forma mansa contra ricos, mesmo que estes sejam desonestos. Como comandar o mundo desta forma, se as maiores autoridades estrangeiras não reconhecem o governo ilegítimo que toma o poder?

Não somente o governo Temer está isolado. O "Espiritismo" também está isolado. Iludido com as bobagens que defende, demonstrou completamente incompetente para resolver os problemas reais de nosso cotidiano. A caridade praticada pelos "espíritas" não vai muito além da sopinha, do agasalho, do futebol e da plantinha, aspectos estereotipados como formas de "responsabilidade social" defendidas por ONGs conservadoras.

FASCISMO "ESPÍRITA"

Para piorar, o "Espiritismo", acostumado a bajular autoridades vigentes, declara seu apoio ao golpista Temer, comprovando que o interesse de "espíritas" brasileiros não está no bem estar da humanidade e sim no de se manter intacto para gerar renda para lideranças e submeter fiéis ingênuos a apoiá-la para lhes servir de "rebanho". O papo de "caridade" é só para servir de isca para atrair "ovelhas" a aumentar o "rebanho".

E se isso não fosse o suficiente, uma obra de conteúdo fascista (sim você leu corretamente: FASCISTA) foi escrita no meio pelo mais novo astro da deturpação "espírita": Robson Pinheiro, o mesmo que inventou que Cazuza era enfermeiro, a farsante Madre Tereza era "espírito superior" e que narra o mundo espiritual como se fosse desenho do Naruto. Outro farsante na linha de Chico Xavier, que pelo jeito é o molde perfeito para a farsa "espírita". O nome da obra nefasta é O Partido e com ele, Mussolini deve estar com muito orgulho de Pinheiro.

Mas o fascismo de Pinheiro é coerente com Chico Xavier, que apoiou, escancaradamente e sem hesitar, a ditadura em sua pior fase, quando nem os piores conservadores apoiavam mais. Uma grande maldade cometida pelo que muitos consideram "o homem mais bondoso do mundo".

E estamos aqui. Ditadura civil instalada, o povo apreensivo e "espíritas" alegres e satisfeitos sem saber que uma boa fatia do bolo fecal será entregue a eles também. Estamos em um tempo tenebroso, com o Brasil isolado do mundo com riscos grandes de ferir direitos humanos. É assim que o país vai se tornar o "Coração do Mundo" fazendo o povo sofrer em nome de uma entidade abstrata chamada "pátria"?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo para os ricos, nada para os pobres!

A guinada direitista do "Espiritismo" brasileiro, supostamente "orientada" pela "espiritualidade superior" (na verdade espíritos de velhos e odiosos macartistas disfarçados de "sábios") tirou definitivamente a sua mascara de "doutrina avançada". 
Incapaz de melhorar o país em mais de 130 anos, se limitando a caridade paliativa que não elimina problemas, mas cria meios de suportá-lo, o "Espiritismo" brasileiro agora abraça um governo golpista e ideias retrógradas que pretendem reservar o bem estar a uns poucos que compartilham de ideais retrógrados e meios suspeitos de vencer na vida.
O "Espiritismo" brasileiro, totalmente distante e em muitos pontos contrário ao Espiritismo original fundado por Allan Kardec, sempre foi uma seita de elite com um número grande de seguidores de alto poder aquisitivo e graduados em faculdades. O que não significa que sejam mais inteligentes, pois o "Espiritismo" brasileiro ag…

Anti-esquerdismo "espírita" vai contra proposta da caridade

O "Espiritismo" brasileiro é cheio de contradições, graças a sua recusa em raciocinar e analisar tudo que chega aos seu redor. Abraçou a fé cega e a bondade estereotipada e se limita a fazer caridade paliativa, aquela que serve de mera compensação para que os necessitados se mantenham em suas condições humilhantes. 
Agora, os "espíritas" (de Chico Xavier) e os espíritas (de Allan Kardec) encanaram de aderir ao sádico ódio fascista anti-esquerda. Criminalizaram os movimentos sociais, a personalidades de esquerda e glorificaram o excludente Capitalismo, se baseando na tolice da meritocracia e descartando de uma vez por todas a acridade mencionada por Allan Kardec, um socialista, em suas obras.
Só o direitismo assumido pelo "Espiritismo" brasileiro jé envolve um festival de contradições que poderão implodir a doutrina no Brasil, que já é muito fraca em outros países. Ela entra em violento choque com a finalidade original da doutrina, que é a caridade, além …

Ódio anti-petista de Robson Pinheiro pode ter orientação de espíritos de senhores de engenho e adeptos do Fascismo

O "Espiritismo" sempre foi conhecido como a religião da razão e do amor. Mas Robson Pinheiro que mudar isso. Para ele o "Espiritismo" passa a ser a doutrina da barbárie e do ódio. Incapaz de negociar com aqueles que não se afinam com suas convicções políticas elitistas, Pinheiro se une aos neo-pentecostais e derrama a sua gosmenta baba de raiva contra a esquerda, ignorando os verdadeiros responsáveis pela crise, que é mundial e desprezando os bastidores do poder.
Robson é um autêntico analfabeto político, pois dá sinais de que não sabe das complexas relações de poder, num perfeito exemplo de pedantismo político. E de acordo com a lei de afinidade (ignorada pelos "espíritas" brasileiros), atrai espíritos de senhores de engenho e de simpatizantes do Fascismo. Pinheiro psicografa um livro "político" demonstrando escancarado desconhecimento sobre o assunto. Ignora fatos que comprovam que a verdadeira quadrilha é justamente os políticos que ele apoi…